Translation

English French German Spain Italian Dutch
Russian Portuguese Japanese Korean Arabic Chinese Simplified
By Ferramentas Blog

terça-feira, 8 de março de 2011

Pensando bem...



Tudo de novo, outra vez
E um pouco mais...



A gente passa pela vida às vezes devagar, às vezes depressa demais, às vezes com muito brilho, às vezes sem ser notada, às vezes...
Eu sei que eu ainda to passando, curtindo o máximo que posso cada momento, cada movimento, cada pouco de tudo.



Dizem, não sei se é verdade, que depois que a gente morre vai pro céu ou pro inferno. Não conheço nenhum dos dois, ou pelo menos não me lembro.
Mas, falam numa tal de reencarnação, e que a gente passa por todos os estágios, humano, bicho, vegetal... Sei lá, não sei se acredito.



O que eu sei é que não quero perder minhas lembranças, minhas memórias, minhas saudades. Eu realmente curto tudo isso. Eu quero viver tudo isso. Não importa se for só uma vez, desde que seja completa e intensa.

Então, eu tive pensando...



Se um dia eu tiver que voltar de lá do Paraíso, acho que eu vou pra lá, apesar de parecer meio chato, tudo muito calmo, sem nenhum stress pra te agitar, a vida passando devagar, todo dia sempre muito igual, e essas coisas que dizem por aí...

Se eu tiver que voltar, quero voltar Mulher, e fazer tudo de novo, amar sem ter vergonha de assumir que to apaixonada, brincar com coisas de “menino”, ainda me lembro, subir em árvore, jogar bola, bolinha de gude, e ainda posso pular corda, bambolê e... nem vou escrever tudo aqui, cada um que lembre suas brincadeiras.



Ah! Pintar as unhas em casa pra poupar uns trocados e depois beber cerveja com as amigas, colocar um vestido e me sentir deslumbrante, comprar um par de sapatos, um não, muitos sapatos vermelhos, tá eu compro um preto de vez em quando, mas ainda prefiro os coloridos, principalmente os vermelhos...



Quero usar batom, perfume, menstruar, é meio chato, mas faz parte, ter filhos, sentir eles se formando lá dentro, aos pouquinhos, aquele chutezinho que te acorda no meio da noite, ou lá no trabalho e aí todo mundo vem acariciar tua barriga, só pra sentir também.



E se vai ser devagar, depressa demais, com muito brilho ou sem ser notada? Não importa, desde que seja completa e intensa. Desde que eu seja Mulher e que possa curtir tudo de novo, outra vez e um pouco mais...













2 comentários:

coisasdelouco disse...

Eita mulher corajosa!!! Mulher com "M"!!!

Sim... E você pulou todas as mágoas... todas as dores de se saber mulher... Por que afinal, sabemos que tudo o que sentimos o sentimos tão intensamente que no final... No final tudo o que valeu a pena vai prevalecer e apagar... apagar o que mesmo? kkkkkkkkkk

Parabéns... Muito sagaz e bem escrito e sentido o texto!

beijocas-fãs

Lilian Pool disse...

Valeu o comentário, a gente faz o que pode, e aliás, ser Mulher não é para qualquer um... rsrsrs

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...